Exposição Temática Indígena na Escola, realizada no Colégio Pelotense

Imagem da Notícias  Exposição Temática Indígena na Escola, realizada no Colégio Pelotense

Exposição Temática Indígena na Escola, realizada no Colégio Pelotense

O Colégio Municipal Pelotense, entre os dias 20 e 21 de outubro, recebeu em seu auditório a exposição de fotografias, artesanatos e artefatos indígenas do projeto de extensão Temática Indígena na Escola – Diversidade de Saberes. Diversas turmas e professores visitaram a exposição durante esses dias. Além da visita, guiada por integrantes de projeto, os alunos da escola assistiam breves vídeos, realizados por cineastas indígenas seguidos por um diálogo com os integrantes do projeto, sobre aspectos da diversidade cultural dos povos indígenas no Brasil.

Sobre o projeto Temática Indígena na Escola – Diversidade de Saberes:

A partir da lei 11.645, de 10 de março de 2008 passa a ser obrigatório nos estabelecimentos de ensino fundamental e de ensino médio, públicos e privados, o estudo da história e cultura afro-brasileira e indígena. O conteúdo programático deverá, a partir de então, incluir diversos aspectos da história e da cultura que caracterizam a formação da população brasileira, a partir desses dois grupos étnicos, tais como o estudo da história da África e dos africanos, a luta dos negros e dos povos indígenas no Brasil, a cultura negra e indígena brasileira e o negro e o índio na formação da sociedade nacional, resgatando as suas contribuições nas áreas social, econômica e política, pertinentes à história do Brasil. O objetivo deste projeto de extensão consiste em envolver professores/as, funcionários/as e alunos/as de escolas da rede pública de ensino de Pelotas/RS em pesquisa, troca de experiências e construção de uma proposta de como trabalhar a temática indígena na sala de aula. Contaremos com a participação de estudantes de graduação da UFPel, de assessores/as externos/as do campo da Etnologia Ameríndia, de indígenas acadêmicos de graduação e pós-graduação da UFPEL e de comunidades das etnias Mbyá Guarani e Kaingang.


Créditos

Coordenação Geral: Lori Altmann
Curadoria da Exposição: Louise Prado Alfonso e Lori Altmann
Design Gráfico: Gustavo Fiorini
Promoção: Projeto de Extensão Temática Indígena na Escola – Diversidade de Saberes / Núcleo de Etnologia Ameríndia (NETA) do Departamento de Antropologia da Universidade Federal de Pelotas (UFPel) e NEABI do Colégio Municipal Pelotense.

Apoios

Fotos e Banners: COMIN e FUNAI
Acervo pessoal de artefatos e artesanatos indígenas: Lori Altmann e Roberto E. Zwetch

Fotografias da Exposição: Alessandro B. Lopes, Estefani Leitzke, Guilherme Rodrigues, Maria Heloisa da Rosa

Agradecimentos

Bolsistas e professoras do Projeto de Extensão – Cotas: um diálogo afirmativo entre a universidade e a escola, Temática Indígena na Escola – Diversidade de saberes e pesquisadores/as do NETA. Professoras do NEABI do Colégio Municipal Pelotense.
Agradecimento especial a todas as pessoas e comunidades indígenas que cederam o uso de imagens e às artesãs e artesãos indígenas.